O que são Derivativos?

Todo aquele que deseja investir já deve ter visto sobre o que são derivativos. Existe uma certa quantidade deles sendo usados para investimento e segurança.

Econommia

Como Investir

Publicado em

derivativos-2

O que são derivativos e como investir neles?

Todo aquele que deseja investir já deve ter visto sobre o que são derivativos. Existe uma certa quantidade deles sendo usados para investimento e segurança.

Quanto mais opções há no mercado para se fazer investimento, aumentará a oportunidade de ganhos. Os derivativos possuem certos nomes, sendo alguns mais conhecidos. Conheça um pouco mais a seguir.

Um guia para derivativos

Se tem uma coisa que vem despertando muito o interesse de pequenos investidores, pessoas físicas, são os derivativos. Isso porque não é necessário se dispor de quantias muito altas para fazer a movimentação.

Os investidores usam derivativos tanto para lucrar como para se proteger de operações que fazem. Por isso, há maneiras como opções ou swaps e contratos futuros.

Conhecerá um pouco mais sobre derivativos nos próximos tópicos.

O que são Derivativos

Os derivativos são instrumentos financeiros derivados de ativos físicos ou não. Esse processo envolve preços de soja, milho, café, taxas de juros, ações, moedas, etc.

Para você ter uma ideia mais conclusa é só imaginar o preço do Dólar, Euro ou qualquer moeda. Elas possuem um valor de mercado operado à vista em contrato futuro, mas elas em si não são negociadas.

Observe abaixo os 4 derivativos mais comuns:

  • Contratos futuros

  • Contratos a termo

  • Swaps

  • Opções

O Brasil possui a B3, sendo a bolsa de valores, onde os ativos podem ser muito bem operados. Mas existe também o mercado de balcão, usado para fazer as negociações.

Os derivativos possuem uma característica muito comum de serem feitos contratos com um padrão estabelecido previamente. Sendo assim, tanto prazo como preço são definidos de antemão.

Para entender um pouco mais sobre o que são derivativos, é importante saber que o negociador é quem estabelece o valor e o prazo da compra e venda.

Existe duas maneiras de liquidação o mercado de derivativos:

  • Física:o ativo em negociação é dado no prazo de vencimento, com acontece mais comumente no mercado agropecuário. Mas pode ser que o negociante queira somente em dinheiro, que pode ser dado.

  • Financeira: isso acontece considerando o preço inicial e o final, então é negociado apenas a diferença entre dois valores, do comprador e a do vendedor.

Tipos de derivativos

Para ser feito um investimento em derivativos um pouco mais consciente é necessário saber as categorias de derivativos.

Contratos a termo: nesse caso um contrato é feito com regras estabelecidas, envolvendo quantidade, tempo e valor do ativo ou mercadoria. Esses será o compromisso do comprador, a do vendedor é a de vender o mesmo ativo.

Contratos futuros: é quase a mesma coisa do contrato a termo, muda o modo de liquidação, onde diariamente o ativo é analisado e comparado com um preço de referência.

Esse ajuste é bom para apurar perdas e ganhos e diminuir riscos no posicionamento do mercado.

Opções: essa categoria é uma compra de uma opção com valor fixo, que dá o direito de negociar valores variados em compras e vendas no mercado.

Swaps: é uma negociação de troca de rentabilidade, se uma pessoa vende um ativo e compra outro, ela ganhará na diferença de valor entre os dois.

Últimas Considerações

Para você entrar nessa negociação é importante algumas coisas como: conheça o seu perfil de investidor, escolher uma corretora para fazer as operações e definir uma estratégia analisando os derivativos.

Deu para entender o que são derivativos, foi explicativo para você? Busque outros conteúdos aqui mesmo sobre questão financeira.


COMPARTILHE

Resumo do Mercado