Como Funcionam os Fundos de Investimento?

Para quem deseja aumentar o patrimônio será importante saber como funcionam os Fundos de Investimento. Ele é muito importante porque agrada vários investidores. Qualquer pessoa que deseja fazer uma aplicação onde será maior que a da poupança, se animará com os Fundos de Investimentos.

Econommia

Mercado Financeiro

Publicado em

O que são Fundos de Investimentos?

É uma aplicação conjunta de vários investidores no mercado financeiro e de capitais, eles são reunidos formando um só.

Os ganhos individuais desse investimento em conjunto é conforme a quantia que cada um negociou. Existe um gestor que aplica esse patrimônio, seguindo regras pré-determinadas de negociação.

As cotas de fundo, podem ter altas e baixas por isso, não é garantido um retorno do investimento.

Como funciona os Fundos de Investimento?

Os fundos de investimento possuem a sua própria dinâmica, que não é difícil de entender. Mostraremos logo abaixo como fazer todo o processo.

Composição da carteira e classificação: são várias categorias de ativos que podem ser investidos, como debêntures, ações, derivativos, moedas e outras. Mas para que tudo isso aconteça de um modo que não prejudique o investidor, há um limite de investimento.

O limite de investimento é conforme o patrimônio financeiro, que pode chegar a 20% por uma única instituição financeira.

Cotas: as cotas são uma divisão do patrimônio do fundo.

Isso quer dizer que se você investir R$ 1.000,00 em cotas que valem R$ 20,00 cada, então fará um negócio com 50 cotoas. Se elas passarem a valer R$30,00 depois de um ano, o seu retorno será de 50%.

Custos: taxa de administração e de desempenho, as plataformas gestoras administram o trabalho e cobram um retorno por isso. Então, você deve analisar o que é melhor em custo benefício e escolher uma.

Tributação e Come-cotas: são cobrados impostos em cima das operações feitas e do lucro obtido dentro de um prazo, que pode ser de 365 dias para baixo, na média.

Categorias de fundos

Os estilos de fundos são variados, envolvendo aplicação e estratégias para atingir um grande resultado. Dessa forma, é facilitado para o investidor, que poderá decidir com menos dificuldade numa ação financeira.

Assim temos esses tipos de fundos:

  • Fundo cambial e de ouro: pode ser investido acima de 80% em ativos de outra moeda

  • Fundo de ações: para ser classificado assim, deve ser investido a partir 67% do patrimônio

  • Fundo Multimercado: existem várias maneiras de risco, podendo investir em aplicações de renda fixa, câmbio, ações e derivativos.

  • Fundo de Renda Fixa: funciona com aplicações que sejam de no máximo 80% dos recursos

  • Fundo de Previdência: são para investidores que possuem plano de previdência, incentivando economia para aposentadoria

  • Fundo Imobiliário: é uma aplicação no ramo imobiliário sem precisar comprar imóveis.

Para fazer aplicações em qualquer um desses fundos é importante analisar o mercado, a plataforma de operação, seu perfil de investidor, quanto está disposto a pagar, etc.


COMPARTILHE

Resumo do Mercado