Como funcionam os Fundos Cambiais?

No mundo do investimento moderno é muito importante saber como funcionam os fundos cambiais, porque é mais uma alternativa de ganho financeiro.

Econommia

Mercado Financeiro

Publicado em

Como funcionam os Fundos Cambiais

Começando com pouco

Antigamente os fundos cambiais não eram para qualquer investidor. Era comumente pensado que somente quem tinha uma abundância de dinheiro poderia fazer tal investimento.

Mas mostraremos aqui que isso é possível para quase todos que tenham o mínimo para o investimento, R$500.

O que são fundos cambiais?

Fundos cambiais, conhecido por sua grande característica de flutuação no mercado, sendo com moedas estrangeiras ou taxa de juros em dólares no Brasil.

Devido o fundo cambial ter suas características próprias, ele só é considerado assim se houver 80% do capital investido.

O investimento de 80% do patrimônio é em moedas, que normalmente têm ligação com o dólar. Esses fundos cambiais são negociados, apostando na variação da cotação da moeda dos EUA.

Como Funcionam os Fundos Cambiais?

Um investimento é feito em conjunto, onde muitos que desejam usar o dinheiro para fundos, fazem mutuamente. Quem faz essa aplicação é o gestor, sendo um profissional da área, ele saberá como melhor usar o dinheiro.

Essas operações são feitas conforme as regras que são pré estabelecidas, para que assim dê um bom andamento ao processo.

Os ganhos no mercado cambial são conforme o sucesso do investimento. Assim, se a aplicação tem resultados positivos, ela aumenta, do contrário elas caem.

Sendo assim, o ganho nesse investimento cambial será conforme a valorização e segundo o que cada pessoa investiu. Dessa forma, a distribuição do retorno vai ser proporcional ao negociado.

Rendimentos, custos e tributação

Se tem uma coisa que muitos investidores buscam saber é o risco benefício das operações. Assim, ajuda a ter melhor avaliação do que está pretendendo fazer.

O rendimento dependerá muito de como o mercado varia na moeda, as cotações delas podem oscilar facilmente.

Isso quer dizer, por exemplo, que em oito meses, pode haver uma alta de 8%, mas nesse mesmo período entre meses, pode haver quedas.

O custo é um meio de manter o trabalho dos gestores e das plataformas que realizam o trabalho de investimento.

É importante levar todo custo em consideração, porque influencia no retorno financeiro.

As taxas cobradas para os administradores não dependem do lucro da operação. O valor cobrado será conforme o patrimônio de cada investidor e do ganho, quando acima do previsto.

Muitas pessoas que buscam saber como funcionam os fundos cambiais, se frustram ao saber que há tributações. Essas não tem jeito, deve ser paga.

As tributações são de dois tipos, o Imposto de Renda e o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras).

O IR é cobrado sobre o lucro obtido pelas operações feitas, podendo variar conforme o tempo. Quanto maior for o período que ele fica investido, menos se paga ao governo. As taxas variam entre mais e menos de 365 dias.

Os IOF, são cobrados se o resgate for feito antes de 30 dias.

Para você entrar nesse investimento deve observar essas coisas, a plataforma, menor valor de investimento, custo de operação, desempenho, etc.

Conclusão

Saber como funcionam os fundos cambiais te ajudará a fazer um bom investimento. Seguindo os detalhes aqui exposto, as chances de ter êxito serão maiores.

Gostou deste conteúdo? Temos muito mais sobre finanças deste blog, acesse agora. Na dúvida, pergunte.


COMPARTILHE

Resumo do Mercado