O que é COE? Como funciona esse tipo de investimento?

Se você é um negociador ou pretende ser, provavelmente está pensando em algum investimento, então falaremos um pouco mais sobre o que é COE.
No mundo das negociações, sempre surgem ou já existem boas maneiras de investir dinheiro. Veja logo mais uma delas.

Econommia

Como Investir

Publicado em

Certificados de Operações Estruturadas

O que é COE?

O COE (Certificados de Operações Estruturadas) são um conjunto de ativos que mescla renda fixa com variável.

Embora pareça com fundos de investimentos, o COE tem outras que são próprias dela.

Algumas das características são:

  • Valor mínimo de investimento

  • Indexador definido(índice de referência de um ativo)

  • Data de vencimento

  • Mostra cenários de ganhos e perdas ao investidor.

O COE é um investimento que atrai muitos negociadores, tanto criteriosos, como aqueles mais dinâmicos, acostumados com o mercado.

Como funciona?

Entender como funciona ajudará quem busca saber o que é COE. Então é importante que compreenda como são certificados, antes de investir com firmeza.

Emissão e registro: o COE trabalha de forma regulamentada pela Comissão de Valores Imobiliários (CVM), negociada pelos bancos.

O COE não era nada comum ao público, sendo privado, mas agora não está mais preso a uma minoria. Para ele ser liberado precisa estar registrado junto a B3.

Por obrigatoriedade as instituições financeiras fornecem o Documento de Informações Essenciais (DIE), com ele os investidores saberão todos os detalhes da negociação.

Rentabilidade: existe uma variedade de COE para investir, por isso os resultados dependem muito da escolha. Alguns ativos podem dar resultados melhores que outros.

Mas, em meio a variedade, dois tipos que são mais comuns, COE de Valor Nominal Protegido e o de Valor Nominal em Risco

O Nominal Protegido dá uma garantia de resgate, pelo menos do que foi investido. No Valor Nominal em Risco o investidor pode perder tudo que arriscou.

Ativos e indexadores mais comuns: juros, ouro, moedas, commodities, índices de inflação, ações e títulos internacionais, ações e lista de ativos nacionais.

Liquidez e Risco: toda forma de investimento contém risco, no caso do COE, é para investidores acima de moderado. Diante disso, existem três tipos, veja em qual se enquadra.

Uma das três é o Risco de crédito do emissor, onde fica por conta dos riscos de crédito do banco, não tem uma proteção.

A outra é o Custo de oportunidade, onde o investidor renuncia a um dos negócios para evitar perda total em outro, recebendo pelo menos o dinheiro do investimento de volta.

Por último tem o Risco de liquidez, datas fixas de rendimento. Nesse caso, podem chegar a 5 anos em algumas negociações, o mais comum é de 2 a 3 anos.

Como investir no COE?

Para investir é necessário seguir esses passos:

  • Abra uma conta

  • Faça um teste de suitability

  • Escolha o ativo

  • Avalie os riscos e assine os documentos

  • Transfira os recursos e comece a investir.

Últimas Considerações

Entender o que é COE é a base do processo, para que assim seja feito um investimento ciente dos possíveis resultados. Embora tenha os seus pontos fracos, também tem os seus benefícios.

Gostou desse artigo sobre COE, temos muito mais na área de finanças para você, neste blog. Acesse agora mesmo e pergunte caso tenha dúvida.


COMPARTILHE

Resumo do Mercado